Na contramão da moda, atrizes diminuem as próteses

Contrariando a tendência, a atriz Marina Mantega, filha do ministro da Economia Guido Mantega, abriu mão de sua prótese de silicone para passar do sutiã tamanho 46 para o 38. Ela não é a única: a moda do “peitão” que tomou o País não combina com todo mundo.

Marina reduziu sua prótese de silicone de 265ml para 120ml. Ela conta que, em 2004, fez a primeira cirurgia porque queria ter os seios mais arredondados. Mas, um ano depois, eles começaram a perder a firmeza. “Meus seios naturais já correspondiam a uma prótese de 250ml. Ou seja, com silicone fiquei enorme. O cirurgião queria que eu fosse a Pamela Anderson, mas minha vontade era de ter peitos bonitinhos”, lembra.

“Só sabiam que eu era magra se me viam de biquíni. Os homens olhavam primeiro para meus peitos. Agora é diferente: olham primeiro para o meu rosto. Acho que fui na onda do silicone”, reconhece.

Quem também teve que tirar sua prótese, de 190ml, foi a atriz Nathália Rodrigues. A Suelen de Chamas da Vida, da Record, teve problemas na coluna. Também por questão de saúde, Andressa Soares, a Mulher Melancia, reduziu os seios. “Comecei a sentir dor nas costas. Mesmo gostando de ter seios grandes, eles pesavam muito. Incomodava e eu não encontrava roupa. Agora a medida é proporcional ao meu corpo”, diz ela, que passou de 500ml para 250ml.

O presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, regional Rio de Janeiro, Sérgio Levy explica que uma mulher de 1,58m não pode optar, por exemplo, por uma prótese de 350ml. “É exagero. Para ter resultado natural, 255ml ou 275ml são ideais. A mulher fica com manequim 44”, explica.

Mas Levy diz que a febre de mulheres que querem ter peitão não passou: “Esses casos são exceção. Mulheres que tinham seios naturais grandes e diminuíram há 10 anos hoje voltam para botar próteses”.

Redução harmoniza silhueta
A atriz Fernanda Nobre sofreu com seus seios naturais, que ela considerava grande demais, e também optou pela redução. “Foi a melhor coisa que fiz. Tenho 1,58m e era muito magra. A redução foi pequena, mas suficiente para dar uma harmonizada com meu corpo”, diz ela, que saiu de manequim 44 para 42.

Com 165ml de silicone, a apresentadora Sabrina Sato foi cautelosa para não correr riscos. “Minha prótese é pequena e não colocaria mais. Estou feliz. Aliás, como emagreci e perdi gordura, acho que a prótese já se perdeu aqui dentro e eu hoje estou com o mesmo que tinha antes”, diverte-se. “Acho bacana quem assume seus seios pequenos, como Adriane Galisteu e Juliana Paes”, completa.

O Dia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: