Maquiagem high-tech promete "milagres"

A chegada no Brasil da HDTV (sigla em inglês para TV com imagem de alta definição) provocou pânico entre maquiadores, atrizes e apresentadoras de telejornais. A reação faz sentido. Afinal, a qualidade das imagens digitais pode transformar em cratera uma simples marca de expressão.

Felizmente, a indústria da beleza acompanhou os avanços tecnológicos e lançou mão de um recurso que já era utilizado para deixar ainda mais lindas as beldades do cinema: o air brush, um equipamento de ar comprimido. No lugar dos pincéis, durante a maquiagem, entra em cena uma pistola que lança jatos de pigmentos especiais sobre a pele, para compor base, sombra, blush e batom.


A maquiagem high-tech exige profissionais especializados para aplicá-la e custa caro, por isso ainda aparece tímida nos salões de beleza do País. Para se ter o aparelho, é preciso desembolsar cerca de R$ 2 mil e o custo de cada pigmento de 7,5ml – o produto específico para o air brush – é de, em média, R$ 40. Não é à toa que a técnica custa cerca de três vezes mais que uma maquiagem convencional. A vantagem dessa novidade, porém, que deve estar cada vez mais à disposição do público feminino, é dar um dia de atriz de cinema ou apresentadora de TV a mulheres na vida real. Pelo menos no que diz respeito à perfeição da cútis.

De acordo com Juliana Zanini, professora do Centro Técnico Catharine Hill, uma escola especializada no treinamento em maquiagem, o air brush ainda não substitui a maquiagem tradicional, mas é um equipamento que dá acabamento singular à pele. “Funciona como um Photoshop natural. Como o material usado é a base de silicone, ele se fixa e preenche melhor os poros e as imperfeições da pele”, afirmou a profissional.

Toques do maquiador são necessários
Antes de colocar o jato de ar em ação, a pele precisa ser preparada com o uso de corretivos e uma leve camada de base. “Poderia aplicar o air brush diretamente, mas só o faria em peles muito perfeitas. Talvez, dispensasse essa fase do processo só no caso da Gisele Bündchen”, brincou Juliana.

O rímel também ainda não foi substituído, assim como a aplicação do pó iluminador que deve ser feita à parte, com pincéis de fibra óptica – para não marcar a pele. Aliás, o maquiador precisa ter muito cuidado para não deixar suas digitais na maquiagem – assim como a sua cliente, que deve esperar quietinha por cerca de 30 minutos até que o produto se fixe completamente na pele.

O esforço vale a pena: como o poder de fixação é maior, a maquiagem dura, no mínino, 12 horas. No momento de removê-la, também é necessário um pouco mais de capricho. “É preciso usar um bom demaquilante, de preferência livre de óleo”, sugere a especialista Juliana.

O resultado – que você pode conferir acima, na galeria de fotos – é uma produção mais uniforme e opaca. A olho nu, o efeito parece o de uma boa maquiagem convencional. Mas a maquiadora Juliana garante que as melhoras proporcionadas pelo método ficam visíveis nas filmagens e em fotos digitais.

A dica, portanto, é optar pelo look high-tech principalmente em ocasiões especiais: no dia do seu casamento, da sua formatura ou, por que não, em encontros pra lá de especiais.

Serviço:
Catharine Hill – Centro técnico de maquiagem
Curso de air brush. Preços: R$ 400 só o curso; R$ 2,2 mil curso com material de trabalho (incluindo o compressor, pistola e pigmentos).
http://www.catharinehill.com.br

Onde fazer
Agência BLZ – Carlos Carrasco
Preço: cerca de R$ 200
http://www.agenciablz.com.br

Beto França
Especializado em caracterizações e efeitos especiais.
Preços sob consulta
http://www.betofranca.com

Indústria Hair Zone
Preço: de R$ 150 a 180
http://www.industriahairzone.com.br

Redação Terra

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: